CLATE rechaça prisão arbitária do ex-presidente Lula e denuncia, em nota, processo irregular

O Comitê Executivo da Confederação América Latina e Caribe de Trabalhadores do Estado (Clate) em nome de suas organizações membros de 18 países da região, expressa sua mais enérgica condenação do perseguição judicial do ex-presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva.

Nós rejeitar o mandado de detenção com a qual se destina a prender o ex-presidente e denunciar o processo arbitrário de desigual e destina-se apenas vítima lo fora da corrida.

Advertem que, sob o pretexto de combater a corrupção através de um julgamento sem provas e com uma agressiva campanha pelos meios de comunicação, levou a cabo um ataque à democracia e liberdades políticas no Brasil, você sente uma precedente lamentável em toda a região.

Destacamos a carreira do ex-presidente brasileiro, um homem que vem das fileiras do trabalho organizado e em sua carreira política como governador tem trabalhado extensivamente na luta contra a pobreza e para a melhoria da qualidade de vida de seu povo .

Condenamos a tentativa de proibir Lula e defender o direito do povo brasileiro de escolher livremente, em um processo limpo e democrático, sem perseguição de qualquer líder político ou espaço.

Também repudiar as ameaças de reação armada que acompanharam o julgamento, ataques violentos recentemente sofreu por partidários do ex-presidente e apelamos à comunidade internacional para garantir o Estado de Direito no Brasil.

Em nome das organizações de trabalhadores do setor público, que fazem o Clate expressar o nosso total apoio e solidariedade Luiz Inácio Lula da Silva e todo o povo e da classe trabalhadora brasileira, para enviar um abraço fraterno e incentivar braços não mais baixos sua luta pela democracia e justiça social.

CLATE

Luis Bazzano
Secretario General

Julio Fuentes
Presidente

Fonte: Confederação Latino-americana e do Caribe de Trabalhadores Estatais – CLATE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *