FESSP-ESP reúne Diretoria Executiva para debater Conjuntura Política e atuação da entidade

A FESSP-ESP, na última quinta-feira (22/06), reuniu membros de sua Diretoria Executiva para debater e avaliar a atual conjuntura política, econômica e sindical – no âmbito federal e estadual – e analisar as demonstrações financeiras da Federação no exercício de 2016. O encontro ocorreu na sede da entidade, no Centro da cidade de São Paulo, pela parte da manhã.

O presidente da FESSP-ESP, Lineu Neves Mazano, iniciou sua fala explanando sobre a crise e fatores que a fomentam. “A crise atual é consequência de uma junção de fatores que nos acompanham há tempos, e, infelizmente, é alimentada por um sistema corrupto e por parlamentares que visam atender os seus próprios interesses e os interesses de grandes detentores do capital. De outro lado, observamos que certas falhas de caráter – até as que envolvem atos corruptos – estão presentes na sociedade. O que precisamos fazer é recomeçar e reanalisar todas as nossas ações como indivíduos”, disse Lineu.

Lineu ainda citou o forte ataque sofrido pelo Movimento Sindical no Congresso Nacional. “Nós precisamos repensar a nossa atuação, pois medidas que tramitam no Congresso visam retirar a nossa força de atuação em defesa do trabalhador. O fim da Contribuição Sindical se torna iminente, e com isso milhares de entidades sindicais não terão como se sustentar. Isso nos dá a dúvida. Como continuar o trabalho quando essa medida for promulgada? Esse debate deve se estender em todas as nossas entidades e diretorias, por que não podemos deixar isso acontecer. O trabalhador que já encontra dificuldade para manter os seus direitos, não terá defensores e estará desprotegido ao ataque do capital”, destacou Lineu.

Diretores presentes interagiram com o debate, fizeram seus encaminhamentos e puderam dar o seu parecer acerca dos temas debatidos. Mauro de Campos, diretor de Assuntos dos Servidores Estaduais, informou – e reforçou o convite – sobre o Fórum “Justiça Fiscal” que será realizado no dia 23/06 na sede da Nova Central Sindical de Trabalhadores/SP, em São Paulo. Esse evento está em consonância com a agenda proposta pela ISP (Internacional dos Serviços Públicos) e comemora o “Dia Mundial dos Serviços Públicos”, debatendo um delicado tema e que possui grande relevância para as entidades sindicais. Mauro ainda disse que “ações mais contundentes, direcionadas ao Governo do Estado, precisam ser feitas para evitar que desvios sejam realizados e que possamos alcançar a esperada justiça fiscal”.

Kátia Rodrigues, diretora de Assuntos da Mulher, falou sobre as ações realizadas pela NCST, em parceria com o restante das Centrais – e com participação da FESSP-ESP – no “Esquenta Greve” do início dessa semana. “Estivemos presente em panfletagens no Centro de São Paulo e em atos com as demais Centrais. A FESSP-ESP continua na luta, apesar de tantas notícias difíceis, em defesa do servidor público e trabalhador brasileiro. Faça chuva ou faça sol, estaremos lá”, finalizou Kátia.

Jacira Costa Silva, presidente do SINDSEMP/SP (Sindicato dos Servidores do Ministério Público do Estado de São Paulo) e diretora de Assuntos do Ministério Público, citou que a conscientização do trabalhador, em especial do servidor público, ainda é uma barreira a ser vencida. “O servidor público não acha que será atingido por todas essas propostas, e ele está extremamente enganado. Estamos todos no mesmo barco e o servidor público será muito atingido, quiçá mais do que o trabalhador da iniciativa privada. Nosso desafio ainda mora aí, mas tenho certeza que o venceremos”, disse Jacira.

Por fim, Lineu Mazano, presidente da FESSP-ESP, informou a todos sobre a eleição realizada pela Nova Central Sindical de Trabalhadores (SP) e sobre a vitória da chapa que continha a presença de diretores da FESSP-ESP. Isso fortalecerá a atuação da Federação em defesa do servidor público, agora no âmbito de uma Central Sindical. Após tal informe, foi apresentado o Balanço da FESSP-ESP (exercício 2016) para os diretores presentes. A ata da reunião do Conselho Fiscal foi lida pelo conselheiro Marco Antonio Felipe, e a demonstração financeira foi aprovada sem ressalvas pelos presentes.

A FESSP-ESP, em nome de seu presidente, Lineu Neves Mazano, agradece aos diretores que compareceram pelo empenho em debater questões sobre a atuação da entidade, visando assim somente fortalecer os laços entre os filiados com a Federação, e intensificar as forças na luta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *